SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número2Uma avaliação da Lei de Informática e de seus resultados como instrumento indutor de desenvolvimento tecnológico e industrialModelagem Organizacional: captura dos requisitos organizacionais no desenvolvimento de sistemas de informação índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Gestão & Produção

versão impressa ISSN 0104-530Xversão On-line ISSN 1806-9649

Resumo

SIQUEIRA, Paulo Henrique; CARNIERI, Celso; STEINER, Maria Teresinha Arns  e  BARBOZA, Ângela Olandoski. Uma proposta de solução para o problema da construção de escalas de motoristas e cobradores de ônibus por meio do algoritmo do matching de peso máximo. Gest. Prod. [online]. 2004, vol.11, n.2, pp.187-196. ISSN 1806-9649.  https://doi.org/10.1590/S0104-530X2004000200005.

O objetivo deste trabalho é mostrar a aplicação do Algoritmo do Matching de peso máximo, na elaboração de jornadas de trabalho para motoristas e cobradores de ônibus. Este problema deve ser resolvido levando-se em consideração o maior aproveitamento possível das tabelas de horários, com o objetivo de minimizar o número de funcionários, de horas extras e de horas ociosas. Desta forma, os custos das companhias de transporte público são minimizados. Na primeira fase do trabalho, supondo-se que as tabelas de horários já estejam divididas em escalas de curta e de longa duração, as escalas de curta duração são combinadas para a formação da jornada diária de trabalho de um funcionário. Esta combinação é feita com o Algoritmo do Matching de peso máximo, no qual as escalas são representadas por vértices de um grafo, e o peso máximo é atribuído às combinações de escalas que não formam horas extras e horas ociosas. Na segunda fase, uma jornada de final de semana é designada para cada jornada semanal de dias úteis. Por meio destas duas fases, as jornadas semanais de trabalho para motoristas e cobradores de ônibus podem ser construídas com custo mínimo. A terceira e última fase deste trabalho consiste na designação das jornadas semanais de trabalho para cada motorista e cobrador de ônibus, considerando-se suas preferências. O Algoritmo do Matching de peso máximo é utilizado para esta fase também. Este trabalho foi aplicado em três empresas de transporte público da cidade de Curitiba - PR, nas quais os algoritmos utilizados anteriormente eram heurísticos, baseados apenas na experiência do encarregado por esta tarefa.

Palavras-chave : otimização de jornadas de trabalho; Algoritmo do Matching de peso máximo.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons