SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número4Psicose e esquizofrenia: efeitos das mudanças nas classificações psiquiátricas sobre a abordagem clínica e teórica das doenças mentaisThe treatment of madness in the nineteenth and twentieth centuries: discourses about curability in Spanish mental health care, 1890-1917 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


História, Ciências, Saúde-Manguinhos

versão impressa ISSN 0104-5970versão On-line ISSN 1678-4758

Resumo

ORTEGA, Francisco  e  VIDAL, Fernando. Cultura: pelo cérebro ou no cérebro?. Hist. cienc. saude-Manguinhos [online]. 2016, vol.23, n.4, pp.965-983. ISSN 1678-4758.  https://doi.org/10.1590/s0104-59702016000400002.

Desde a década de 1990, várias disciplinas surgiram na interface entre neurociência e as ciências sociais e humanas. A maior parte delas procura capturar as semelhanças subjacentes à heterogeneidade de comportamentos e experiências humanas. Neuroantropologia e neurociência cultural, ou as “neurodisciplinas da cultura”, parecem à primeira vista diferentes, uma vez que seus objetivos são compreender as especificidades em vez das semelhanças e abordar como as diferenças culturais são inscritas no cérebro. Depois de oferecer uma visão geral dessas disciplinas e de sua relação com áreas como a psicologia cultural e a neurociência social, este artigo discute alguns dos estudos mais representativos na área, a fim de explorar de que forma são relevantes para a compreensão da cultura.

Palavras-chave : cultura; neurociência cultural; neuroantropologia; neuroimagem; neurociência.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )