SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número69Deixando de ser fronteira: Território, população e conflito na conquista e colonização de GuarapirangaMediações políticas silenciadas: Repressão, resistência e luta pela terra em Cachoeirinha (1964-1985) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Varia Historia

versão impressa ISSN 0104-8775versão On-line ISSN 1982-4343

Resumo

MAIA, João Marcelo Ehlert. Fronteiras e state-building periférico: O caso da Fundação Brasil Central. Varia hist. [online]. 2019, vol.35, n.69, pp.895-919.  Epub 23-Set-2019. ISSN 1982-4343.  https://doi.org/10.1590/0104-87752019000300008.

Este artigo analisa as práticas de territorialização da Fundação Brasil Central (1943-1967) com o objetivo de discutir o state-building em contextos periféricos. Por meio da análise de relatórios, cartas e publicações oficiais da FBC, argumenta-se que a indefinição sobre o espaço real do “Brasil Central” era central para o processo de acumulação territorial promovido pela referida fundação. O artigo se debruça sobre alguns casos empíricos em torno de conflitos por terras para demonstrar as consequências violentas desse processo sobre os moradores e trabalhadores locais.

Palavras-chave : Fundação Brasil Central; Estado e território; state-building.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )