SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 número2ENTERRANDO HERÓIS, PATRIARCAS, SUICIDAS E TRAIDORES: SOLIDARIEDADE E OSTRACISMO NOS ANDES COLOMBIANOSFRACTALIDADE E TROCA DE PERSPECTIVAS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Mana

versão impressa ISSN 0104-9313versão On-line ISSN 1678-4944

Resumo

GOLDMAN, Marcio. SEGMENTARIDADES E MOVIMENTOS NEGROS NAS ELEIÇÕES DE ILHÉUS. Mana [online]. 2001, vol.7, n.2, pp.57-93. ISSN 1678-4944.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-93132001000200003.

Partindo do pressuposto de que os processos de segmentação não se opõem necessariamente àqueles ligados ao Estado, este trabalho pretende explorar a forma pela qual as divisões segmentares que recortam grupos do movimento negro de Ilhéus podem funcionar, ao mesmo tempo, como formas de resistência e como pontos de encaixe para a atuação de mecanismos dependentes de uma lógica de Estado. Trata-se de realçar tanto os processos de "captura" utilizados pelo Estado, quanto as resistências acionadas pelas formações segmentares. De um ponto de vista teórico, trata-se de demonstrar que a aplicação a nossa própria sociedade de categorias tradicionalmente desenvolvidas para dar conta de outras culturas deve deixar de ser simples metáfora ou recurso estilístico para se converter em instrumento de observação e interpretação. Para isso, é necessário que essas categorias sejam flexibilizadas e transformadas, o que não deixa de produzir efeitos também sobre a análise dessas "outras culturas"

Palavras-chave : Segmentaridade; Política; Movimento Negro; Bahia.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons