SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 número2SEGMENTARIDADES E MOVIMENTOS NEGROS NAS ELEIÇÕES DE ILHÉUSDE BATESON A INGOLD: PASSOS NA CONSTITUIÇÃO DE UM PARADIGMA ECOLÓGICO índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Mana

versão impressa ISSN 0104-9313versão On-line ISSN 1678-4944

Resumo

LUCIANI, José Antonio Kelly. FRACTALIDADE E TROCA DE PERSPECTIVAS. Mana [online]. 2001, vol.7, n.2, pp.95-132. ISSN 1678-4944.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-93132001000200004.

Este artigo explora a idéia de fractalidade, juntamente com uma de suas principais propriedades, a auto-similaridade escalar. A noção de "personitude fractal" é proposta como um modo de pensar a pessoa ameríndia. Quando se fala aqui em personitude fractal, tem-se em mente o encerramento de pessoas em partes de pessoas e a replicação da relação entre Eus e Outros em diferentes escalas (intrapessoal, interpessoal e intergrupal). Três casos etnográficos ameríndios (araweté, wari' e tupinambá) são comparados e analisados, combinando-se proposições da teoria da troca melanésia e da teoria do perspectivismo ameríndio de modo a revelar a utilidade da personitude fractal como instrumento analítico.

Palavras-chave : Amazônia; Perspectivismo; Pessoa; Fractalidade; Teoria da Troca.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons