SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 número2Reconhecimento estatal e identificação étnica: o caso da "Coordinación de Pueblos Originarios de Almirante Brown" da Região Metropolitana de Buenos Aires índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Mana

versão impressa ISSN 0104-9313versão On-line ISSN 1678-4944

Resumo

CORTADO, Thomas Jacques. Entre a moral e a política: a “habitação econômica” no Rio de Janeiro. Mana [online]. 2019, vol.25, n.2, pp.303-335.  Epub 05-Set-2019. ISSN 1678-4944.  https://doi.org/10.1590/1678-49442019v25n2p303.

Diante da falta de moradias higiênicas e estéticas para hospedar as classes populares no Rio de Janeiro, as elites, no final do século XIX, imaginaram a solução da “habitação econômica”: um padrão de casa barata, individual e isolada no meio do lote. Com base nas ações e nos discursos daqueles preocupados com a questão da habitação popular, proponho uma “genealogia” desta categoria. A minha hipótese é que a “habitação econômica” fica na confluência de duas “estratégias políticas”, que também articulam dois significados diferentes, embora complementares, da economia: uma, que visa racionalizar a produção de moradia, submetida a um princípio de otimização, e outra, dedicada a moralizar o proletariado, modelando seus comportamentos de acordo com os ideais cristãos das elites, ou seja, a genealogia da “habitação econômica” obriga a pensar igualmente a centralidade da economia na elaboração das “tecnologias políticas” modernas e a economia enquanto “grandeza moral”, modalidade de ordenamento moral do mundo.

Palavras-chave : Habitação; Governamentalidade; Moralidades; Economicização.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )