SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número15O Brasil que Portugal escreveu: pedagogia e política sem comemoraçõesRelações coloniais como relações educativas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Educação

versão impressa ISSN 1413-2478

Resumo

FREITAS, Marcos Cezar de. Pensamento social, ciência e imagens do Brasil: tradições revisitadas pelos educadores brasileiros. Rev. Bras. Educ. [online]. 2000, n.15, pp.41-61. ISSN 1413-2478.

Este artigo analisa dois momentos decisivos no âmbito da história das idéias no Brasil. Imagens e sínteses do Brasil tornaram-se referências fundamentais na história da cultura brasileira, especialmente aquelas produzidas por uma "tradição realista", que vem desde o século XIX, por intermédio dos escritos do Visconde do Uruguai, e prossegue com Silvio Romero, com Alberto Torres, com Oliveira Vianna e com Alberto Guerreiro Ramos. Tais autores deram vida à imagem do Brasil cindido em dois brasis: o país legal e o país real. A partir de 1902, o marco fundamental dessa tradição passará a ser Euclides da Cunha, autor que projetou o sertão como "metáfora para a nação". Nos anos cinqüentas, ao redor de Anísio Teixeira, intelectuais como Antonio Candido, Florestan Fernandes, Luiz Pereira, Fernando de Azevedo e muitos antropólogos mergulharam novamente nas metáforas euclidianas e compuseram novas imagens sobre a cultura regional no Brasil que se modernizava.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons