SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número45Práticas e percepções docentes e suas relações com o prestígio e clima escolar das escolas públicas do município do Rio de JaneiroO impacto da educação e do trabalho como programas de reinserção social na política de execução penal do Rio de Janeiro índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Educação

versão impressa ISSN 1413-2478

Resumo

RUMMERT, Sonia Maria  e  ALVES, Natália. Jovens e adultos trabalhadores pouco escolarizados no Brasil e em Portugal: alvos da mesma lógica de conformidade. Rev. Bras. Educ. [online]. 2010, vol.15, n.45, pp.511-528. ISSN 1413-2478.  https://doi.org/10.1590/S1413-24782010000300009.

O artigo analisa medidas referentes às políticas educacionais dirigidas a jovens e adultos pouco escolarizados, no Brasil e em Portugal, que, a despeito de suas diferenças, apresentam similaridades devidas a sua posição no cenário internacional, assim como se mostram receptivas às determinações emanadas por organizações supranacionais. Comum a essas organizações é a defesa de uma concepção instrumental de educação para a empregabilidade, produtividade, competitividade e coesão social. Os governos dos dois países aderiram às teses de que sua posição na divisão internacional do trabalho é resultado do baixo nível de qualificação da classe trabalhadora. A análise compreende os Programas Novas Oportunidades, em Portugal, e PROJOVEM, no Brasil, e destaca que ambos contribuem para aumentar a subordinação funcional das políticas educacionais aos interesses econômicos e para reforçar a conformidade ideológica da classe trabalhadora nos dois países.

Palavras-chave : educação de jovens e adultos; políticas públicas; trabalho e educação; estudos comparados Brasil e Portugal.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons