SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número2Estimativa de geração de energia e emissão evitada de gás de efeito estufa na recuperação de biogás produzido em estação de tratamento de esgotosBoas práticas de transparência, informatização e comunicação social no licenciamento ambiental brasileiro: uma análise comparada dos websites dos órgãos licenciadores estaduais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Engenharia Sanitaria e Ambiental

versão impressa ISSN 1413-4152versão On-line ISSN 1809-4457

Resumo

KRAVCHENKO, Grégory Adad; PASQUALETTO, Antônio  e  FERREIRA, Evaldo de Melo. Aplicação de princípios da ecologia industrial nas empresas moveleiras de Goiás. Eng. Sanit. Ambient. [online]. 2016, vol.21, n.2, pp.283-294.  Epub 20-Jun-2016. ISSN 1809-4457.  https://doi.org/10.1590/s1413-41522016139073.

As indústrias moveleiras utilizam como matérias-primas insumos que provêm de recursos naturais renováveis, como madeiras, fibras naturais, couros e, também, de materiais não renováveis, como os metais, vidros, polímeros e químicos. Todos estão diretamente relacionados à geração de resíduos pós-produção pelas indústrias, podendo causar contaminações do solo, dos mananciais hídricos ou gerando poluentes atmosféricos. As tecnologias de "fim-de-tubo" já não são suficientes para evoluir em direção à sustentabilidade, fazendo-se necessário atitudes proativas eficientes, como a integração do meio ambiente ao longo do processo de desenvolvimento dos produtos, uma função da Ecologia Industrial. Este trabalho busca traçar o panorama acerca da questão ambiental junto às indústrias moveleiras, sobretudo com o uso da matéria-prima na fase de produção e no descarte dos resíduos, analisando principalmente sua destinação. Utilizando como premissas os conceitos ambientais da Ecoeficiência, Ecodesign e de Sistema de Gestão Ambiental, foi realizada a revisão da literatura com o objetivo de conhecer as estratégias e as ferramentas relevantes para os processos industriais, subsidiando a realização de uma pesquisa quantitativa com o setor produtivo de móveis do Estado de Goiás. As análises desta pesquisa demonstraram que as práticas da Ecologia Industrial são pouco empregadas nas indústrias avaliadas. Não há cumprimento íntegro da legislação aplicável, evidenciando a carência de informações sobre a influência que sua atividade produtiva pode causar ao meio ambiente e sobre as ações que podem ser implementadas com o objetivo de integrar as indústrias e a natureza em prol da sustentabilidade.

Palavras-chave : indústria moveleira; resíduos industriais, aspectos ambientais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )