SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número5Oxidação de cianobactérias e seus metabólitos em sistemas de tratamento de água: o estado da arte índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Engenharia Sanitaria e Ambiental

versão impressa ISSN 1413-4152versão On-line ISSN 1809-4457

Resumo

MATOS, Mateus Pimentel de et al. Modelagem da progressão da DBO obtida na incubação de esgoto doméstico sob diferentes temperaturas. Eng. Sanit. Ambient. [online]. 2017, vol.22, n.5, pp.821-828.  Epub 20-Abr-2017. ISSN 1809-4457.  https://doi.org/10.1590/s1413-41522017101993.

Confiável quantificação da demanda bioquímica de oxigênio exercida (DBO exercida) poderá ser obtida com incubação das amostras sob temperaturas diferentes, desde que o valor da demanda bioquímica de oxigênio última (DBOU) não seja alterado nessas condições. Alguns autores têm relatado aumento no valor da DBOU com a elevação da temperatura de incubação das amostras, o que pode ser decorrente da ocorrência da nitrificação, da aclimatação diferenciada ou do mau ajuste dos modelos de progressão da demanda bioquímica carbonácea de oxigênio (DBO exercida). Neste estudo, objetivou-se avaliar o efeito da temperatura sobre a progressão da DBO exercida e o valor da DBOu em amostras de esgoto doméstico bruto, avaliando-se qual modelo melhor se ajusta aos dados obtidos. Os resultados indicaram pequena influência da temperatura de incubação das amostras nos valores da DBOU do esgoto sanitário e que os modelos de primeira e segunda ordens descreveram adequadamente a progressão da DBO exercida.

Palavras-chave : demanda bioquímica de oxigênio última; matéria orgânica carbonácea; modelos de progressão da DBO.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )