SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número1Dez anos da clínica fitossanitária da UFLA - freqüência da ocorrência de patógenos, sintomas e principais hospedeirosEfeito de doses e fontes de carboidratos no crescimento de plantas de ginseng Brasileiro [Pfaffia glomerata (Spreng.) Pedersen] Cultivadas in vitro índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054

Resumo

REZENDE, Pedro Milanez de et al. Efeito da semeadura a seco e tratamento de sementes na emergência, rendimento de grãos e outras características da soja [Glycine max (L.) Merrill]. Ciênc. agrotec. [online]. 2003, vol.27, n.1, pp.76-83. ISSN 1413-7054.  https://doi.org/10.1590/S1413-70542003000100009.

O trabalho foi conduzido na Universidade Federal de Lavras-MG, em um Latossolo Roxo distrófico, no ano agrícola 94/95. Utilizou-se o delineamento blocos casualizados em esquema fatorial 2 x 4, compreendendo: semente tratada com fungicida Vitavax/Thiram P.M.e não tratada, e quatro períodos de seca (0, 7, 14 e 21 dias após a semeadura). A semeadura foi realizada em solo seco (6% de umidade), utilizando-se a cultivar Doko. As sementes apresentaram ótima performance até 14 dias, não sendo alterado o rendimento de grãos, proporcionando ao agricultor uma maior elasticidade na data da semeadura. Os tratamentos fungicidas, por sua vez, apesar de alterarem significativamente o estande inicial e final, não proporcionaram aumentos no rendimento de grãos.

Palavras-chave : Tratamento químico; semeadura no seco; soja; Glycine max.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons