SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue2Variances of the critical point of a quadratic regression equationBiochemical function of lipoxygenases pathway of soybean plants submitted to the attack of whitefly (Bemisia argentifolii) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência e Agrotecnologia

Print version ISSN 1413-7054

Abstract

BARBERI, Alexandre; MOREIRA, Fátima M. S.; FLORENTINO, Ligiane Aparecida  and  RODRIGUES, Maria Isabel D.. Crescimento de Bradyrhizobium elkanii estirpe Br 29 em meios de cultivo com diferentes valores de pH inicial. Ciênc. agrotec. [online]. 2004, vol.28, n.2, pp.397-405. ISSN 1413-7054.  https://doi.org/10.1590/S1413-70542004000200021.

A soja, atualmente, é a leguminosa de maior expressão econômica no Brasil. Em razão da demanda crescente no mercado internacional, a cultura encontra-se em larga expansão em todo território brasileiro. Em alguns ensaios realizados em solos ácidos brasileiros, sob sistema de plantio direto, essa cultura tem mostrado baixa resposta à aplicação de calcário. Porém, a acidez é um dos fatores que limitam a eficiência da simbiose rizóbio-leguminosas. Para contornar esses problemas, poderiam ser utilizadas estirpes tolerantes à acidez do solo ou induzir tolerância nas estirpes já utilizadas. Em alguns trabalhos, tem-se demonstrado indução de tolerância à acidez quando a bactéria é previamente exposta a pH ácido.  Assim, objetivou-se com este trabalho verificar o crescimento de Bradyrhizobium elkanii estirpe Br 29 em meios de cultura sob diferentes condições de pH inicial. Foram realizados dois experimentos com dois meios de cultivo diferentes, em que se variou o pH inicial (6,8; 6,0; 5,5). Foram avaliados: o crescimento da estirpe, pela contagem do número de unidades formadoras de colônia (UFC) e por densidade ótica, assim como as mudanças do pH nos meios. As curvas de crescimento obtidas  variaram de acordo com o pH inicial e com a composição do meio de cultura. Com base no número máximo de UFC.mL-1, para o meio Lorda & Balatti modificado, o melhor pH foi 6,0 e, no meio Lopreto, o melhor pH foi 5,5. O melhor crescimento em pH mais baixo (5,5) está associado à maior produção de exopolissacarídeo.

Keywords : rizóbio; acidez; tempo de geração; unidades formadoras de colônia; densidade ótica.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License