SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número5Incorporação da dependência espacial na análise de um experimento de avaliação de progênies de milho quanto à resistência à ferrugem comumBalanço de potássio e desempenho de frangos de corte suplementados com KCl no verão índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054

Resumo

LEDO, Francisco José da Silva et al. Avaliação de cultivares de alfafa na Zona da Mata de Minas Gerais. Ciênc. agrotec. [online]. 2004, vol.28, n.5, pp.1151-1159. ISSN 1413-7054.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542004000500025.

Realizou-se este trabalho com o objetivo de avaliar e selecionar cultivares de alfafa (Medicago sativa L.) mais adaptadas às condições edafoclimáticas da Zona da Mata de Minas Gerais. O ensaio foi conduzido no campo experimental da Embrapa Gado de Leite, em Coronel Pacheco-MG, no delineamento experimental de blocos casualizados com duas repetições. Foram avaliadas 59 cultivares no período de 31/8/1999 a 10/12/2001, realizando-se 16 cortes de avaliação. Avaliaram-se a produção de matéria seca (PMS), altura da planta (AP), vigor (VG), porcentagem de floração (FLO), relação folha/caule (RFC), e incidência de doenças (ID) e pragas (IP). Para PMS, AP, VG, FLO e ID, observaram-se diferenças significativas entre as cultivares. As cultivares P-30, Crioula C-1, Crioula C-3 e Crioula C-2 foram as que apresentaram maiores PMS (13,17; 13,13; 13,00 e 12,48 t/ha/ano, respectivamente). As cultivares apresentaram maior FLO (18,98%) e AP (54,13 cm) nos cortes realizados no período de verão, quando comparado com os de inverno (6,11% e 46,60 cm, respectivamente). Com base nos resultados obtidos, foram selecionadas as cultivares P-30, Crioula C-1, Crioula C-3 e Crioula C-2.

Palavras-chave : Medicago sativa; forrageira; leguminosa; melhoramento.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons