SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número4Determinação da razão isotópica δ13C em bebidas comerciais a base de laranjaUtilização de extrato de cogumelo como antioxidante natural em óleo vegetal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054versão On-line ISSN 1981-1829

Resumo

PINHEIRO, Ana Carla Marques et al. Qualidade de abacates (Persea americana Mill.) minimally processados armazenados sob diferentes temperaturas. Ciênc. agrotec. [online]. 2009, vol.33, n.4, pp.1095-1102. ISSN 1981-1829.  https://doi.org/10.1590/S1413-70542009000400021.

Objetivou-se avaliar o efeito de diferentes temperaturas de armazenamento na manutenção da qualidade de abacates 'Fortuna' (Persea americana Mill.) minimally processados. Os frutos foram lavados e sanificados em solução de hipoclorito de sódio (190 ppm de cloro residual total) por 15 minutos. Posteriormente, efetuou-se a retirada da extremidade onde se insere o pedúnculo, o corte em metades, retirada do caroço e casca, manualmente. Em seguida, as metades foram imersas em solução com cloreto de cálcio 0,5% + cisteína 0,5% durante 2 minutos, para prevenção do escurecimento, e então acondicionadas em embalagens plásticas (PET) rígidas envoltas com filme (PVC) 20 micrometros de espessura e permeabilidade a O2, CO2 e vapor d'água de 15.000, 80.000 e 390 cm3/m2/dia respectivamente. Em seguida, foram armazenadas em 3 diferentes temperaturas, 0, 5, 10ºC, as quais foram avaliadas em 5 diferentes tempos de armazenamento (0, 2, 3, 5 e 6 dias), seguindo um delineamento inteiramente casualizado fatorial 3 X 5. O armazenamento a 5ºC de abacates minimamente processados apresenta-se como a melhor alternativa, pois determinou melhor manutenção da qualidade dos abacates. Estes apresentaram, conjuntamente, menor escurecimento da polpa, melhores notas para aparência e aceitabilidade, menor perda da firmeza e atividade da polyphenol oxidase , diferindo-se dos armazenados a 0 e 10ºC. Os abacates minimally processados armazenados a 5ºC apresentaram vida útil de 5 dias baseando-se, principalmente, na aparência nota 7,3, valor este situado entre os conceitos gostei moderadamente e gostei muito na escala hedônica de 9 pontos e 86% de aceitabilidade, ao final dos 5 dias de armazenamento.

Palavras-chave : Aparência; aceitabilidade; enzimas; firmeza; abacate; Persea americana.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons