SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 número4Lisina digestivel para frangos de corte de menor potencial genético para crescimento criados em sistema semiconfinadoValor nutritivo do coco integral, pó de coco e fibra de coco tratados com hidróxido de sódio para ovinos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054versão On-line ISSN 1981-1829

Resumo

SEIXAS FILHO, José Teixeira de; MELLO, Silvia Conceição Reis Pereira; CARDOSO, Fabiane Toste  e  SOUZA, Rodrigo Otavio Lopes de. Anatomia funcional e morfometria do intestino de girinos de rã-touro submetidos a regime alimentar com rações comerciais. Ciênc. agrotec. [online]. 2016, vol.40, n.4, pp.464-474. ISSN 1981-1829.  https://doi.org/10.1590/1413-70542016404001116.

Um dos principais entraves da ranicultura é a falta de conhecimento sobre as exigências nutricionais dos girinos que possibilitem aos nutricionistas a elaboração de uma dieta ideal para esta fase, reduzindo os custos operacionais e promovendo a homogeneidade do lote. Portanto, este estudo teve por objetivo estudar a anatomia do tubo digestivo e a morfometria dos intestinos, médio e posterior, dos girinos de rã-touro Lithobates catesbeianus, visando fornecer subsídios aos nutricionistas para os ajustes no balanceamento de rações adequadas para esta espécie. A população de girinos que receberam o regime alimentar denominado RA3, que consistiu em um aumento quinzenal crescente, durante 60 dias, dos níveis de proteína na ração (de 32 a 45% de PB) apresentaram em relação ao ganho de peso, taxa de sobrevivência e homogeneidade na passagem dos estágios larvais, os melhores resultados quando comparados aos demais regimes alimentares avaliados. Adicionalmente, a morfometria dos intestinos dos animais submetidos ao RA3 apresentou maior comprimento (419,2 mm) e o maior calibre na porção do intestino médio onde ocorre a maior absorção dos nutrientes, podendo-se inferir que este fato está relacionado com a altura das pregas intestinais absortivas resultado do fornecimento de uma dieta com melhor qualidade confirmado pelo peso dos imagos.

Palavras-chave : Anfíbios; alimento e alimentação; nutrição de rã; exigência nutricional; proteína.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )