SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 número6Respostas hidrológicas de uma bacia hidrográfica de cabeceira às mudanças climáticasProdução, carbono e nitrogênio nas frações do resíduo do milho ( Zea mays L.) em resposta ao desenvolvimento do cultivar índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054versão On-line ISSN 1981-1829

Resumo

SOUZA, Rafaela Ribeiro de et al. Otimização do processo de germinação in vitro de sementes de jenipapo. Ciênc. agrotec. [online]. 2016, vol.40, n.6, pp.658-664. ISSN 1981-1829.  https://doi.org/10.1590/1413-70542016406014816.

A germinação in vitro de sementes é uma alternativa eficaz para obtenção de explantes com rapidez e qualidade sanitária. No entanto, sementes de jenipapeiro apresentam germinação lenta e desuniforme. Para tanto, fatores internos e externos às sementes que interferem diretamente no processo, devem ser identificados, visando à adaptação de melhores técnicas para obtenção de mudas. Neste sentido, objetivou-se otimizar a germinação in vitro de sementes de Genipa americana L. por meio da avaliação de diferentes fatores (qualidade de luz, tratamento com GA3, pré-embebição em água destilada, diferentes composições no meio de cultivo e estratificação no escuro). Verificou-se que a germinação das sementes foi indiferente a luz, no entanto, os melhores resultadados foram obtidos sob condições de escuro contínuo; Não houve efeito da aplicação de GA3 exógeno; A pré-embebição em água destilada durante 48h contribui para obtenção de melhores taxas de germinação; E a redução de sais do meio MS, bem como o pré-tratamento de estratificação no escuro maximizam o potencial germinativo das sementes. Portanto, as condições ótimas para germinação in vitro de sementes de G. americana L. requer a pré-embebição em água destilada por 48 horas e a inoculação em meio de cultivo constituído de 1/2 MS + 15 g L-1 de sacarose, com estratificação no escuro por 16 dias, seguida pela transferência a salas de crescimento com iluminação fornecida por lâmpadas fluorescentes branca.

Palavras-chave : Genipa americana L; cultivo in vitro; qualidade de luz; Rubiaceae; estratificação no escuro.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )