SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 número3Sistema silvipastoril influencia na comunidade de bactérias do solo relacionadas ao ciclo do nitrogênioResposta fisiológica de coelhos alimentados com dietas que contêm farelo de canola, semente de tremoço branco e de ervilha como substitutos do farelo de soja extraído por meio de solventes índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054versão On-line ISSN 1981-1829

Resumo

GOVINTHARAJ, Ponnaiah; MANONMANI, Swaminathan  e  ROBIN, Sabariappan. Estudo de variabilidade e diversidade genética em uma população de arroz em segregação avançada com genes introgredidos de resistência à ferrugem bacteriana. Ciênc. agrotec. [online]. 2018, vol.42, n.3, pp.291-296. ISSN 1981-1829.  https://doi.org/10.1590/1413-70542018423022317.

A ferrugem do arroz, causada pela bactéria Xanthomonas oryzae pv. oryzae, é uma das doenças mais importantes e amplamente difundidas em todo o mundo, que pode causar reduções severas de produtividade, podendo atingir perdas da ordem de 30% do rendimento total. A variabilidade genética do arroz foi estudada em 54 famílias de CB 174 R × IRBB 60 com genes de resistência bacteriana introgredidos, ​​no Departamento de Arroz da Universidade Agrícola de Tamil Nadu, Coimbatore, na Índia. Características como a altura das plantas e o número de perfilho produtivos por planta apresentaram assimetria negativa neste estudo, indicando a duplicação dos efeitos dos genes. O comprimento da panícula e o número de grãos por panícula apresentaram uma curtose positiva, indicando interações entre os genes. O coeficiente de variação fenotípica foi ligeiramente superior ao coeficiente de variação genotípico para todas as características, sugerindo que a variação observada não foi resultante apenas do genótipo, mas também devido ao efeito ambiental sobre a expressão dessas características. A alta herdabilidade aliada ao alto avanço genético foi observada para a altura das plantas. Além disso, a herdabilidade moderada, e o avanço genético elevado, foram observados para a produtividade de uma única planta de arroz. Análises de agrupamentos e componentes principais revelaram que as 54 famílias F2:3 foram divididas em três grupos baseados em seis características morfológicas. Os clusters III e II apresentaram valores médios mais elevados para a maioria das características estudadas que o cluster I. As linhagens de intercruzamento de clusters distintos podem ser identificadas e cruzadas para gerar maior variabilidade para produzir recombinantes desejáveis ​​para maior rendimento com uma ampla base genética.

Palavras-chave : Melhoramento de arroz; herdabilidade; análise de componentes principais..

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )