SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 número6Frequência de aeração em compostagem acelerada de cadáveres de animaisProdução e avaliação mecânica de compósitos biodegradáveis por fungos de podridão branca índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054versão On-line ISSN 1981-1829

Resumo

ZAMAN, Nurshahira Binti Khairul; LIN, Nyam Kar  e  PHING, Pui Liew. Filme de quitosana incorporado com Garcinia atroviridis para embalagem de cavala Indiana (Rastrelliger kanagurta). Ciênc. agrotec. [online]. 2018, vol.42, n.6, pp.666-675. ISSN 1981-1829.  https://doi.org/10.1590/1413-70542018426019918.

Ervas e especiarias, tendo efeito antimicrobiano, podem ser incorporadas em filmes comestíveis, para prolongar a vida de prateleira do produto e reduzir o risco de crescimento microbiano nos alimentos. Este estudo tem como objetivo desenvolver um filme de quitosana incorporado com Garcinia atroviridis, também conhecido como “asam gelugur”, “asam gelugo”, ou “asam keping”. O filme com diferentes concentrações de Garcinia atroviridis (1-5% v/v) com quitosana (1.5% w/v) foi investigado por suas propriedades físicas e mecânicas. Com o aumento do extrato de Garcinia atroviridis incorporado, a solubilidade em água dos filmes aumenta (de 21.17 para 53.61%). O aumento do Garcinia atroviridis incorporado ao filme de quitosana também aumenta a diferença total de cor. Filme com maior concentração de extrato de Garcinia atroviridis produziu filme mais espesso comparado ao filme sem extrato (de 0.048 a 0.143 mm). O filme com 5% (v/v) de Garcinia atroviridis apresentou baixa resistência à tração (3.28 MPa) e alongamento (13.90%). O módulo de Young foi diminuído em valor (de 0.72 a 0.24 MPa) à medida que a maior concentração de extrato de Garcinia atroviridis foi adicionada. O extrato de Garcinia atroviridis (5% v/v) nos filmes de quitosana demonstrou maior atividade inibitória contra bactérias (Pseudomonas aeruginosa, Bacillus subtilis e Staphylococcus aureus). Com a película comestível de 5% (v/v) de Garcinia atroviridis aplicada, a cavala indiana apresentou uma vida útil mais longa (3,5 dias) em comparação com o controle (2,5 dias).

Palavras-chave : Ervas; película comestível; armazenamento.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )