SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 número3Formação do pesquisador e sofrimento mental: um estudo de casoO sofrimento psíquico na perspectiva da psicopatologia fundamental índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Psicologia em Estudo

versão impressa ISSN 1413-7372versão On-line ISSN 1807-0329

Resumo

BENMASOUR, Maryan. O inconsciente se lê e se escreve como um poema: condições poéticas do inconsciente psíquico. Psicol. estud. [online]. 2005, vol.10, n.3, pp.463-469. ISSN 1807-0329.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-73722005000300014.

O presente artigo busca propor e resolver o seguinte problema: é, de fato, surpreendente notar que a poesia seja concebida na obra de Bachelard, assim como na de Freud, como um modo especificamente adequado de acesso ao inconsciente. Como explicar, nessas duas teorias, a presença de tal postulado? Para responder a essa questão, esboça-se uma explicação genética e histórica. Tal laço entre a poesia e o inconsciente psíquico deve ser compreendido como uma conseqüência da revolução poética (J. Rancière) iniciada pelo filósofo Gianbatistta Vico, revolução na concepção de poesia como na concepção e psiquismo humano, que trouxe novos princípios de compreensão e de leitura das produções da humanidade.

Palavras-chave : Filosofia da Psicologia; Filosofia Moderna; Vico.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons