SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número1Escalas da identidade na literatura africana das independências: uma abordagem exploratória sobre nacionalismo, identidades sociais e produção culturalPátria-Nova e Integralismo Lusitano: propostas autoritárias em contato por meio de revistas luso-brasileiras índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Tempo

versão impressa ISSN 1413-7704versão On-line ISSN 1980-542X

Resumo

LAPERA, Pedro Vinicius Asterito. A encenação da discórdia: consumo cinematográfico e a formação de uma cultura de classe média na Belle Époque carioca. Tempo [online]. 2018, vol.24, n.1, pp.21-40. ISSN 1980-542X.  https://doi.org/10.1590/tem-1980-542x2018v240102.

A partir do horizonte de uma história cultural orientada por questões etnográficas, este artigo analisa a formação de uma cultura de classe média no Rio de Janeiro do início do século XX, considerando as práticas em torno do consumo cinematográfico. Tendo como foco um protesto de estudantes universitários contra um exibidor cinematográfico e seus desdobramentos, lançamos como questão principal: que paralelos podemos traçar entre os jovens revoltosos e uma cultura de classe média na então capital no início do século XX?; e, como questão secundária, em que medida a realização de um protesto contra o proprietário de um cinematógrafo revela fontes de tensão entre os exibidores cinematográficos e o público? O tratamento das fontes (23 artigos publicados em oito periódicos, entre os dias 14 e 31 de maio de 1913) ateve-se ao paradigma indiciário, metodologia de investigação proposta pelo historiador Carlo Ginzburg que vem orientando esta pesquisa no acervo da Biblioteca Nacional.

Palavras-chave : consumo; cinema; Rio de Janeiro; classe média.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )