SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número3Estresse ocupacional em mulheres policiais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência & Saúde Coletiva

versão impressa ISSN 1413-8123

Resumo

SOUZA, Edinilsa Ramos de; SCHENKER, Miriam; CONSTANTINO, Patrícia  e  CORREIA, Bruna Soares Chaves. Consumo de substâncias lícitas e ilícitas por policiais da cidade do Rio de Janeiro. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2013, vol.18, n.3, pp.667-676. ISSN 1413-8123.  https://doi.org/10.1590/S1413-81232013000300012.

Investiga-se o consumo de substâncias psicoativas entre policiais civis e militares da cidade do Rio de Janeiro. Os dados provêm de dois estudos seccionais sobre condições de trabalho e saúde que aplicaram questionário a amostra representativa das duas corporações. Os resultados mostram maiores frequências de consumo regular de tabaco (23,3% dos civis versus 19,1% dos militares), de uso diário de bebida alcoólica (12% dos civis versus 11% dos militares) e de tranquilizantes no último ano (13,3% dos civis e 10,1% dos militares). O consumo de maconha envolveu 0,1% dos policiais civis e 1,1% dos militares, e o uso de cocaína entre os militares foi de 1,1%. O consumo de álcool apresentou-se intenso e acarretando problemas no trabalho e nas relações sociais e familiares destes policiais. Ressalta-se a necessidade de políticas públicas preventivas às adicções e a possível subestimação das informações sobre as substâncias ilícitas.

Palavras-chave : Consumo de substâncias psicoativas; Uso de drogas; Uso de bebida alcoólica; Uso de tranquilizantes; Policiais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons