SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número7Famílias de mulheres presas, promoção da saúde e acesso às políticas sociais no Distrito Federal, BrasilTuberculose em presídios brasileiros: uma revisão integrativa da literatura índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência & Saúde Coletiva

versão impressa ISSN 1413-8123versão On-line ISSN 1678-4561

Resumo

BEZERRA, Cláudia de Magalhães; ASSIS, Simone Gonçalves de  e  CONSTANTINO, Patricia. Sofrimento psíquico e estresse no trabalho de agentes penitenciários: uma revisão da literatura. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2016, vol.21, n.7, pp.2135-2146. ISSN 1678-4561.  https://doi.org/10.1590/1413-81232015217.00502016.

Apresenta-se revisão da literatura baseada no levantamento da produção sobre sofrimento psíquico e estresse no trabalho de agentes penitenciários nos periódicos nacionais e internacionais entre os anos de 2000 e 2014. As bases de dados pesquisadas foram Biblioteca Virtual em Saúde, Web of Science e Scopus e os principais descritores: sofrimento psíquico, estresse e agentes penitenciários. Foram analisados 40 artigos, a maioria sobre estresse. O conceito de burnout surgiu em vários trabalhos. Os EUA são o país que mais publica sobre o tema. Há pouco destaque nas revistas de Saúde Pública. Na América Latina foram encontrados apenas quatro estudos, todos brasileiros. O número de publicações se intensificou gradualmente ao longo dos anos e houve aprimoramento metodológico na elaboração e avaliação de escalas, principalmente de estresse e burnout. Entre os fatores de risco estão a sobrecarga de trabalho, falta de recursos materiais e humanos, nível de contato com os presos, superlotação, percepções sobre medo ou perigo, paradoxo punir/reeducar, entre outros. Os fatores protetivos remetem ao apoio social dentro do ambiente prisional e as estratégias de enfrentamento relacionam-se ao aprimoramento da formação dos agentes, estímulo ao apoio social e oferta de atendimento psicológico.

Palavras-chave : Estresse; Sofrimento psíquico; Burnout; Trabalho; Agentes penitenciários.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )