SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue2Psychometric characteristics of the Work Satisfaction Questionnaire (S20/23)Coping to hospitalization in children assessed by IT-based instrument author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Psico-USF

Print version ISSN 1413-8271

Abstract

BAPTISTA, Makilim Nunes; SOUZA, Mayra Silva de  and  ALVES, Gisele Aparecida da Silva. Evidências de validade entre a Escala de Depressão (EDEP), o BDI e o Inventário de Percepção de Suporte Familiar (IPSF). Psico-USF (Impr.) [online]. 2008, vol.13, n.2, pp.211-220. ISSN 1413-8271.  https://doi.org/10.1590/S1413-82712008000200008.

A depressão é contemporaneamente definida como um transtorno de humor, marcada por um conjunto de sinais, sintomas, comportamentos e manisfestações fisiológicas apresentadas pelos indivíduos acometidos. Dentre os fatores relacionados com o desenvolvimento e manutenção da depressão, encontra-se o suporte familiar, entendido como manifestação de atenção, carinho, diálogo, liberdade, proximidade afetiva, autonomia e independência existente entre os integrantes da família. A presente pesquisa teve como objetivos a busca por evidências de validade para a Escala de Depressão (EDEP) baseada na relação com outras variáveis, avaliando o mesmo construto, ou seja, depressão sendo mensurada também pelo Inventário de Depressão de Beck - BDI e, ainda, avaliando construtos relacionados, sendo o suporte familiar mensurado pelo Inventário de Percepção de Suporte Familiar - IPSF. Participaram desta pesquisa 157 estudantes de uma universidade particular do sul de Minas Gerais, 75,5% do sexo feminino e 24,5% do sexo masculino, com idade média de 23,22 anos (DP=6,4), variando entre 18 e 51 anos. Nos resultados, encontraram-se correlações altas, positivas e significativas entre EDEP e BDI, conforme esperado, indicando que quanto maior a pontuação nas escalas, maior sintomatologia depressiva. Nas correlações entre a EDEP e as dimensões do IPSF, foram encontradas correlações negativas e significativas, sugerindo que quanto maior a sintomatologia de depressão, pior a percepção do suporte familiar recebido. Foram encontradas apenas diferenças marginalmente significativas entre os sexos, no que diz respeito à sintomatologia depressiva (EDEP e BDI), indicando que mulheres pontuariam mais nas escalas de depressão.

Keywords : Sintomatologia depressiva; Família; Avaliação psicológica.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License