SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue1Children's social skills test: psychometric evidences of the initial versionVulnerability to the stress at work and perception of family support in doormen: a correlational study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Psico-USF

Print version ISSN 1413-8271

Abstract

FINOTELLI JUNIOR, Ítor  and  CAPITAO, Cláudio Garcia. Evidências de validade da versão brasileira da Escala de Autoeficácia Sexual - Função Erétil. Psico-USF (Impr.) [online]. 2011, vol.16, n.1, pp.45-55. ISSN 1413-8271.  https://doi.org/10.1590/S1413-82712011000100006.

Para contribuir com o desenvolvimento de instrumentos que avaliam as disfunções sexuais, o presente estudo buscou por evidências de validade baseadas na estrutura interna e nas relações com outras variáveis para a versão brasileira traduzida e adaptada da Escala de Autoeficácia Sexual - Função Erétil (SSES-E). Trata-se de um estudo retrospectivo em prontuários de arquivo permanente com aplicações realizadas em homens com queixas de disfunção erétil e ejaculação rápida de idades entre 18 e 62 anos. Os resultados indicaram a possibilidade de duas dimensões, denominadas de obtenção da ereção e manutenção da ereção. Tanto o instrumento quanto as dimensões foram capazes de discriminar importantes características da amostra a respeito das queixas primária e secundária, tipo de dificuldade eretiva e satisfação com o relacionamento sexual. Qualificam-se esses resultados como evidências de validade para SSES-E, além de destacar-se sua importância como um instrumento útil na avaliação de questões específicas da sexualidade, como a função sexual.

Keywords : Medidas sexuais; Função sexual; Validade.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License