SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número1Desenvolvimento de um programa sustentável de saúde mental comunitária numa região remota: o Instituto Austral de Saúde MentalIndicador de subnotificação de óbitos no Sistema de Informação de Mortalidade no Brasil obtido de pacientes que morreram por doença renal crônica terminal: mensuração baseada nas Autorizações de Procedimentos de Alta Complexidade de 2000 a 2004 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos Saúde Coletiva

versão impressa ISSN 1414-462X

Resumo

IOSA, Emilio et al. Transmissão transgeracional do trauma psicossocial em comunidades indígenas na Argentina: a percepção de dano no passado, presente e ações autorreparatórias. Cad. saúde colet. [online]. 2013, vol.21, n.1, pp.85-91. ISSN 1414-462X.  https://doi.org/10.1590/S1414-462X2013000100013.

O presente artigo investigou, a partir da perspectiva do sujeito, a transmissão transgeracional do trauma psicossocial sofrido pelas comunidades Wichí no Norte Argentino. Pretendeu-se identificar as experiências percebidas como traumáticas pelas comunidades Wichí, tanto no passado como no presente, descrevendo os relatos sobre a experiência do trauma e os modos de socialização gerados em tal comunidade. Foram levadas em conta as situações ou ações realizadas nos últimos anos, que poderiam ser consideradas como autorreparatórias. Tratou-se de um trabalho qualitativo exploratório, realizado nas comunidades Wichí da Província de Salta, durante 2009, 2010 e 2011. Foram realizadas 30 entrevistas com chefes, mulheres, líderes e pessoas das comunidades Wichí. Entre os resultados, é possível reconhecer a influência dos danos nos grupos originais e os mecanismos utilizados pelo Estado e pela sociedade para manter esta situação. Também destacam-se o comportamento de isolamento e a fuga perante o trauma. Foram identificadas as sequelas e a maneira que tais pessoas reproduzem a situação de trauma. Também mostraram-se, na comunidade Wichí, os mecanismos de autorreparação sobre a situação de trauma. A experiência específica com relação ao povo Wichí reafirma os mecanismos da transmissão transgeracional do trauma psicossocial, surgindo novas formas de organização emergente espontaneamente que revelam o caminho para superar o trauma.

Palavras-chave : saúde indígena; população indígena; transtornos de estresse pós-traumáticos.

        · resumo em Espanhol     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons