SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número3Análise descritiva dos gastos com internações por condições sensíveis à atenção primáriaPrevalência de incapacidades e aspectos associados em mulheres com câncer de colo do útero, Rio de Janeiro, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos Saúde Coletiva

versão impressa ISSN 1414-462Xversão On-line ISSN 2358-291X

Resumo

FREITAS, Maria Imaculada de Fátima; MIRANDA, Wanessa Debôrtoli de; PASSOS, Maria Cristina  e  BONOLO, Palmira de Fátima. Doação de leite humano na perspectiva de profissionais da atenção primária à saúde. Cad. saúde colet. [online]. 2019, vol.27, n.3, pp.301-306.  Epub 30-Set-2019. ISSN 2358-291X.  http://dx.doi.org/10.1590/1414-462x201900030408.

Introdução

A doação de leite humano envolve valores sociais, conhecimento e organização, tanto para os profissionais de saúde como para as mães doadoras, tornando-se, assim, objeto complexo da atenção à saúde materno-infantil.

Objetivo

Buscou-se compreender representações de profissionais de saúde da atenção primária sobre a doação de leite humano.

Método

Esta é uma pesquisa qualitativa na qual foi adotada a teoria proposta por André Petitat sobre o dom. Foram entrevistados 12 profissionais, entre eles enfermeiros, médicos, nutricionistas e agentes comunitários de saúde. Como técnica de análise, adotou-se a análise estrutural da narrativa.

Resultados

Representações sobre leite humano como objeto de doação se relacionam com o valor nutricional e afetivo deste e com a importância do dom, de modo geral, na sociedade, para se valorizar ou não a prática. A maioria dos profissionais considera que o aconselhamento para doação deve acontecer apenas durante a amamentação, após verificar o excesso de produção láctea, numa representação utilitarista da doação. Representações de produção insuficiente de leite e de leite “fraco” persistem nas ações de cuidado, fazendo os profissionais se distanciarem do aconselhamento para a doação de leite nas oportunidades de criação de vínculo.

Conclusão

Educação para a saúde que considere a subjetividade dos profissionais e a complexidade dos atos de doar e de amamentar é fundamental para o incremento da doação aos bancos de leite.

Palavras-chave : bancos de leite; leite humano; seleção do doador; pessoal de saúde.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )