SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número4Dislipidemia em crianças e adolescentes do município de Marau-RSPrevalência de sobrepeso e obesidade e fatores associados em mulheres de São Leopoldo, Rio Grande do Sul: um estudo de base populacional índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos Saúde Coletiva

versão impressa ISSN 1414-462Xversão On-line ISSN 2358-291X

Resumo

MENDES, Myrla Gabriela et al. Prevalência de Síndrome Metabólica e associação com estado nutricional em adolescentes. Cad. saúde colet. [online]. 2019, vol.27, n.4, pp.374-379.  Epub 25-Nov-2019. ISSN 2358-291X.  https://doi.org/10.1590/1414-462x201900040066.

Introdução

A síndrome metabólica é uma desordem multifatorial relacionada, principalmente, com a deposição de gordura abdominal e as alterações da homeostase da glicose e/ou resistência à insulina. Estudos demonstram associações entre o excesso de peso na infância e as taxas de morbimortalidade elevadas na vida adulta; portanto, a presença de alterações metabólicas na infância e/ou na adolescência pode contribuir para um perfil de saúde desfavorável ao futuro dos indivíduos.

Objetivo

Determinar a prevalência de síndrome metabólica e verificar sua associação com estado nutricional em adolescentes.

Método

Estudo transversal com adolescentes entre 14 e 19 anos de escolas públicas e particulares. Realizou-se avaliação antropométrica, incluindo o índice de massa corporal e o perímetro da cintura, e foram determinados os parâmetros bioquímicos e a pressão arterial. Para o diagnóstico da síndrome metabólica, utilizou-se de critérios da National Cholesterol Education Program’s Adult Treatment Panel III (NCEP/ATP III). As características antropométricas e bioquímicas foram expressas como média e desvios-padrão e comparadas entre os sexos pelo teste t de Student, enquanto, para análise de risco, utilizou-se da regressão logística binária.

Resultados

Dos 327 adolescentes investigados, 59,9% eram meninas e 65,7% estudavam em escola pública. A prevalência de síndrome metabólica foi de 7%, enquanto a presença de pelo menos um critério diagnóstico da síndrome esteve presente em 90,8% da amostra. Ainda, observou-se associação significativa entre a obesidade e a síndrome metabólica, apontando um maior risco.

Conclusão

Os adolescentes tiveram uma importante prevalência de síndrome metabólica, apresentando precocemente componentes dessa patologia. Além disso, foi observada associação com a obesidade, evidenciando um maior risco para aqueles que possuem essa condição; portanto, intervenções nutricionais direcionadas à população jovem devem ser promovidas no intuito de melhorar os hábitos alimentares e o estilo de vida.

Palavras-chave : prevalência; síndrome metabólica; obesidade; adolescentes.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )