SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.2 número2COMPOSTAGEM DE ALGUNS RESÍDUOS ORGÂNICOS, UTILIZANDO-SE ÁGUAS RESIDUÁRIAS DA SUINOCULTURA COMO FONTE DE NITROGÊNIOSIMULAÇÃO E ANÁLISE DO PROCESSO DE TRILHA E SEPARAÇÃO MECÂNICA DO MILHO-PIPOCA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental

versão impressa ISSN 1415-4366versão On-line ISSN 1807-1929

Resumo

ANTUNIASSI, Ulisses Rocha  e  SAAB, Otavio Jorge Grigoli Abi. AVALIAÇÃO DA PORCENTAGEM DE COBERTURA PELAS GOTAS DE APLICAÇÕES FITOSSANITÁRIAS EM VIDEIRAS. Rev. bras. eng. agríc. ambient. [online]. 1998, vol.2, n.2, pp.205-211. ISSN 1807-1929.  https://doi.org/10.1590/1807-1929/agriambi.v02n02p205-211.

Grande parte dos viticultores da região Norte do Paraná conduz a cultura da videira em caramanchão, o que dificulta as aplicações fitossanitárias. Muitos deles não têm condições econômicas para adquirir equipamentos tratorizados utilizando, assim, pulverizadores estacionários desenvolvidos pelos próprios viticultores. A aplicação é feita manualmente, de baixo para cima, sem auxílio de fluxo de ar, conferindo peculiaridades ao sistema. O objetivo deste trabalho foi avaliar as características do sistema, através da análise da porcentagem de área coberta pelas gotas e foi desenvolvido utilizando-se 4 tratamentos e 4 repetições, em blocos casualizados, incluindo-se diferentes bicos, pressões, diâmetro de gotas e volumes totais de calda, aplicando-se uma mistura com fungicida e corante fluorescente. A análise da cobertura foi realizada através de estimativa visual da área coberta pelo corante nas faces superior e inferior das folhas, utilizando-se luz ultravioleta e escala de notas predeterminada. Os resultados mostraram que a adoção de gotas menores não propiciou maior porcentagem de cobertura das folhas, porém houve interação significativa entre tratamentos, posições de amostragem e faces das folhas, em média, a cobertura foi maior na parte de baixo da planta e na face inferior das folhas. Os resultados obtidos indicam, ainda, a inadequação do equipamento, sugerindo a necessidade do desenvolvimento de novas técnicas condizentes com as condições do sistema de produção, ou mesmo a modificação do sistema de condução da cultura. A metodologia utilizada nas avaliações mostrou-se adequada aos propósitos do trabalho.

Palavras-chave : pulverização; cobertura; videira.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )