SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número3Determinação das propriedades geométricas, físicas e mecânicas do sistema fruto-pedúnculo-ramo do cafeeiro índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental

versão impressa ISSN 1415-4366versão On-line ISSN 1807-1929

Resumo

SILVA, Paulo R. A. et al. Rentabilidade na semeadura cruzada da cultura da soja. Rev. bras. eng. agríc. ambient. [online]. 2015, vol.19, n.3, pp.293-297. ISSN 1807-1929.  http://dx.doi.org/10.1590/1807-1929/agriambi.v19n3p293-297.

O plantio cruzado da soja consiste em semear a área em duas passadas de modo que a segunda fique perpendicular à primeira, formando um tabuleiro de xadrez. Desta forma, o objetivo do trabalho foi avaliar a produtividade e os custos de produção da cultura da soja quando semeada em diferentes arranjos de semeadura cruzada. O experimento foi realizado nas safras 2011/2012 e 2012/2013, em área cultivada em sistema de plantio direto. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com 5 tratamentos e 8 repetições. Os tratamentos foram: semeadura em linhas paralelas com adubação e população de plantas recomendada; semeadura cruzada com população e adubo em dobro; semeadura cruzada com população recomendada e adubo em dobro; semeadura cruzada com população em dobro e adubação recomendada; semeadura cruzada com população de plantas e adubo recomendado. Os resultados mostraram maior produtividade para o tratamento de semeadura cruzada com população de plantas em dobro e adubo recomendado; apesar disto, a semeadura convencional em linhas paralelas apresenta maior receita líquida do que a semeadura cruzada da soja sendo, então, mais rentável para o produtor.

Palavras-chave : custo operacional; arranjo espacial de plantas; produtividade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )