SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número12Produção de girassol de corte sob volumes de água e substratos com fibra de cocoEstudo da secagem do mesocarpo dos frutos de baru (Dipteryx alata Vogel) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental

versão impressa ISSN 1415-4366versão On-line ISSN 1807-1929

Resumo

LOPES NETO, José P. et al. Índice de estresse pupilar: Um novo índice de conforto térmico para caprinos mestiços. Rev. bras. eng. agríc. ambient. [online]. 2018, vol.22, n.12, pp.866-871. ISSN 1807-1929.  https://doi.org/10.1590/1807-1929/agriambi.v22n12p866-871.

Os caprinos são animais homeotérmicos considerados rústicos do ponto de vista bioclimático. Porém, em condições térmicas desfavoráveis, pode ocorrer a redução de sua eficiência produtiva. Realizou-se o presente estudo com o objetivo de avaliar a dilatação pupilar como indicador do estresse térmico em caprinos mestiços Boer, mantidos em condições ambientais controladas. Seis caprinos machos mestiços da raça Boer foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado e submetidos às temperaturas de 26, 29 e 33 °C. Foram monitoradas a dilatação e temperatura pupilar, frequência respiratória, frequência cardíaca, temperatura superficial e retal. Ocorreu a elevação nas respostas fisiológicas em razão do aumento da temperatura do ar. Constatou-se aumento da dilatação pupilar dos animais com a elevação da temperatura do ar, observando-se um acréscimo de 26,96 mm2 de área pupilar quando comparadas às temperaturas de 26 e 33 °C, sendo possível estabelecer uma correlação entre temperatura do ar e aumento do diâmetro pupilar chamado de razão de estresse pupilar (REP).

Palavras-chave : fisiologia; pupilometria; estresse térmico; respostas fisiológicas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )