SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número3O exercício da função materna em mães de filhos obesos na perspectiva da psicanáliseFilhos de decasséguis: desafios e dificuldades no retorno ao Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental

versão impressa ISSN 1415-4714versão On-line ISSN 1984-0381

Resumo

LIPPI, Silvia. A função das identificações “como se” em um caso de psicose mascarada. Rev. latinoam. psicopatol. fundam. [online]. 2015, vol.18, n.3, pp.476-489. ISSN 1984-0381.  https://doi.org/10.1590/1415-4714.2015v18n3p476.5.

Partiremos da hipótese de que o diagnóstico, na abordagem psicanalítica, não se determina a partir de uma classificação dos transtornos. Para demonstrá-la, analisaremos o caso de um homem jovem para o qual a psicose não se manifestou com uma semiologia evidente (alucinação, delírio, transtornos de linguagem etc.). É a reconstrução dos processos identificatórios, mantidos inacabados para o sujeito, que nos orientará para um diagnóstico de psicose.

Palavras-chave : Fantasma; identificação; identidade; traço unário.

        · resumo em Francês | Inglês | Espanhol | Alemão | Chinês     · texto em Francês     · Francês ( pdf )