SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número2Hortas escolares no Distrito Federal, BrasilAdequação nutricional de oferta e consumo de refeições por soldados brasileiros índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Nutrição

versão impressa ISSN 1415-5273versão On-line ISSN 1678-9865

Resumo

CAVALCANTI, Débora Silva et al. Consumo de ferro e sua associação com a anemia ferropriva nas famílias de trabalhadores rurais da Zona da Mata de Pernambuco, Brasil. Rev. Nutr. [online]. 2014, vol.27, n.2, pp.217-227. ISSN 1678-9865.  http://dx.doi.org/10.1590/1415-52732014000200008.

OBJETIVO:

Verificar a associação entre o consumo de ferro dietético e a ocorrência da anemia ferropriva em famílias de trabalhadores rurais do município de Gameleira, Pernambuco.

MÉTODOS:

A população foi composta por 46 famílias de trabalhadores de cana-de-açúcar, totalizando 225 indivíduos. Para cada indivíduo, foram realizados três inquéritos alimentares pelo método de registro alimentar por pesagem direta dos alimentos e dosagem de hemoglobina por meio do equipamento Hemocue. Utilizou-se o método da adequação aparente para avaliar a ingestão de ferro, e o teste t pareado na comparação entre grupos de indivíduos. Para estimar associações entre variáveis dietéticas e anemia, foi utilizado o teste de Mann-Whitney.

RESULTADOS:

A prevalência de anemia foi elevada em todas as faixas etárias, sendo maior (67,6%) no grupo de crianças com menos de 5 anos de idade, com média de hemoglobina de 10,37 g/dL (±1,30 g/dL). Na análise da adequação aparente, as crianças menores de 5 anos apresentaram baixo percentual de adequação (53,1%). A maioria delas apresentou um percentual elevado de dieta com baixa biodisponibilidade de ferro (47,5%). As associações entre a ocorrência de anemia e as variáveis dietéticas mostraram-se estatisticamente significantes para ferro total (heme e não heme), suas biodisponibilidades e consumo de carnes em geral.

CONCLUSÃO:

A inadequação do consumo de ferro dietético e dos fatores facilitadores da sua absorção pode ser considerada determinante para a ocorrência da anemia ferropriva. As famílias vivenciam insegurança alimentar intrafamiliar, com discriminação do consumo de alimentos fontes de ferro entre seus membros.

Palavras-chave : Anemia ferropriva; Família; Consumo de alimentos; Deficiência de ferro; Ferro na dieta.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )