SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue2Evaluation of salt content in school mealsEstimate of consumption of phenolic compounds by Brazilian population author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Nutrição

Print version ISSN 1415-5273

Abstract

MUNIZ, Vanessa Messias; CAVALCANTI, Débora Silva; LIMA, Nayalla Morais de  and  OSORIO, Mônica Maria. Consumo alimentar de famílias de trabalhadores de cana-de-açúcar do Nordeste do Brasil. Rev. Nutr. [online]. 2015, vol.28, n.2, pp.175-184. ISSN 1415-5273.  http://dx.doi.org/10.1590/1415-52732015000200006.

OBJETIVO:

Analisar o consumo alimentar dos indivíduos de famílias de trabalhadores de cana de açúcar.

MÉTODOS:

Foi realizado um inquérito de consumo alimentar envolvendo 159 sujeitos, oriundos de famílias de trabalhadores de cana de açúcar do município de Gameleira, Pernambuco, Nordeste do Brasil. O instrumento foi aplicado pelo método de pesagem direta, por três dias não consecutivos. Os percentuais de risco de inadequação de macro e micronutrientes foram analisados segundo as Ingestões Dietéticas de Referência. Os macronutrientes foram analisados em relação aos intervalos de distribuição aceitável. O consumo energético dos grupos alimentares foi expresso pela sua participação relativa no total da dieta.

RESULTADOS:

O consumo mediano de carboidrato e proteína manteve-se acima da Necessidade Média Estimada e em todas as faixas etárias foi identificado baixo risco de inadequação desses nutrientes. A riboflavina, niacina, tiamina e ferro mantiveram-se acima daquela Necessidade em todas as faixas etárias, apresentando um percentual de risco de inadequação elevado para o ferro nas crianças de um a três anos. Por outro lado, zinco, cálcio, vitamina A e vitamina C apresentaram elevados percentuais de risco de inadequação em todas as faixas etárias. No consumo energético, houve maior participação dos cereais e derivados, especialmente na dieta dos homens de 19 a 30 anos. Já o grupo de leite e derivados teve a maior participação na dieta das crianças de um a três anos.

CONCLUSÃO:

Os baixos riscos de inadequação de carboidratos e proteínas, em todas as faixas etárias se contrapuseram aos riscos elevados de inadequação dos minerais e vitaminas, tornando a população vulnerável aos distúrbios nutricionais pelo excesso de macronutrientes e deficiência de micronutrientes.

Keywords : Consumo de alimentos; Necessidades nutricionais; População rural.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )