SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número2Os principais fatores internos e as exportações microrregionais brasileiras índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Economia Contemporânea

versão On-line ISSN 1980-5527

Resumo

BASTOS, Carlos Pinkusfeld  e  D'AVILA, Júlia Galarza. O debate do desenvolvimento na tradição heterodoxa brasileira. Rev. econ. contemp. [online]. 2009, vol.13, n.2, pp.173-199. ISSN 1980-5527.  https://doi.org/10.1590/S1415-98482009000200001.

O presente trabalho tem como objetivo resgatar o debate sobre desenvolvimento econômico dentro da tradição heterodoxa brasileira. São examinadas as teorias originais da acumulação cepalina e a forma como essas teorias foram depois utilizadas por Furtado para avançar suas hipóteses de estagnação e mais especificamente sua teoria do subdesenvolvimento. Apresentamos algumas críticas sobre a hipótese da estagnação tendo como base o trabalho de Conceição Tavares e Serra, mostrando como a tradição heterodoxa brasileira passou e incorporar o princípio da demanda efetiva em seus modelos de crescimento. Essa mudança teórica é o fundamento da chamada Escola da Unicamp. Utilizamos a discussão de ambas as abordagens para avançar na análise da interação entre distribuição de renda e desenvolvimento segundo diferentes abordagens de acumulação: a leitura clássica e a abordagem da demanda efetiva.

Palavras-chave : história do pensamento econômico; desenvolvimento econômico; acumulação de capital; Celso Furtado.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons