SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número2Os principais fatores internos e as exportações microrregionais brasileirasDificuldades das empresas brasileiras para financiar seus investimentos em capital físico e em inovação índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Economia Contemporânea

versão On-line ISSN 1980-5527

Resumo

LEUSIN JR., Sérgio  e  AZEVEDO, André Filipe Zago de. O efeito fronteira das regiões brasileiras: uma aplicação do modelo gravitacional. Rev. econ. contemp. [online]. 2009, vol.13, n.2, pp.229-258. ISSN 1980-5527.  https://doi.org/10.1590/S1415-98482009000200003.

Este artigo analisa o efeito fronteira do Brasil e de suas regiões para o ano 1999. Esse efeito foi estimado empiricamente, utilizando-se dados de corte seccional, em um modelo gravitacional com os 26 estados brasileiros, mais o Distrito Federal e 40 países. Apesar de o Brasil ter se engajado em um processo de abertura comercial, como o ocorrido durante a década de 1990, e ter participado de Acordos Preferenciais de Comércio importantes como o Mercosul, constatou-se que o país e algumas de suas regiões apresentam elevados custos de fronteira. Os resultados encontrados indicam que o comércio entre estados brasileiros é 33 vezes superior ao comércio internacional desses estados. Para as regiões brasileiras, o efeito fronteira das regiões Norte e Nordeste é significativamente maior do que aquele observado nas regiões Sul e Sudeste.

Palavras-chave : comércio inter-regional; efeito fronteira; modelo gravitacional; integração regional.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons