SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue3BRAZILIAN FINANCIAL CRISIS IN THE 1980S: HISTORICAL PRECEDENT OF AN ECONOMY GOVERNED BY FINANCIAL INTERESTS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Economia Contemporânea

Print version ISSN 1415-9848On-line version ISSN 1980-5527

Abstract

MAIA, Alexandre Gori; SAKAMOTO, Arthur  and  WANG, Sharron Xuanren. COMO O EMPREGO DEFINE A DESIGUALDADE DE RENDA: UMA COMPARAÇÃO ENTRE O BRASIL E OS ESTADOS UNIDOS. Rev. econ. contemp. [online]. 2019, vol.23, n.3, e192331.  Epub Nov 25, 2019. ISSN 1980-5527.  https://doi.org/10.1590/198055272331.

Neste estudo, analisamos a relação entre o desenvolvimento da estrutura ocupacional e a desigualdade de renda no Brasil e nos Estados Unidos. Enquanto os dois países apresentam elevados índices de desigualdade, o baixo desenvolvimento socioeconômico no Brasil reduz sensivelmente a proporção da renda total apropriada pelos quintos inferiores da distribuição de renda. Nos Estados Unidos, a desigualdade é devida principalmente a diferenças intra-ocupacionais e tem crescido, em grande medida, devido aos elevados rendimentos de algumas categorias profissionais mais qualificadas. Nossos resultados destacam que os efeitos da estrutura ocupacional na desigualdade seriam mais pronunciados nos estágios inferiores de desenvolvimento. Nos estágios mais elevados de desenvolvimento, como observado nos Estados Unidos, a desigualdade cresceria principalmente devido aos elevados rendimentos de profissionais mais qualificados, o que seria um resultado de variáveis organizacionais não observáveis, como produtividade da firma e vantagens de mercado.

Keywords : decomposição da desigualdade; ocupação; classe média; mercado de trabalho.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )