SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número2Análise de prontuários de pacientes oncológicos quanto ao monitoramento auditivoPercepção de idosos sobre o uso de AASI concedido pelo Sistema Único de Saúde índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista CEFAC

versão impressa ISSN 1516-1846versão On-line ISSN 1982-0216

Resumo

MUNARO, Gisiane; SLEIFER, Pricila  e  PEDROSO, Fleming Salvador. Análise da influência do nistagmo espontâneo e pré-calórico na vectoeletronistagmografia. Rev. CEFAC [online]. 2009, vol.11, n.2, pp.331-337. ISSN 1982-0216.  https://doi.org/10.1590/S1516-18462009000200019.

OBJETIVO: verificar a ocorrência do nistagmo espontâneo / pré-calórico, sua direção, cálculo da velocidade angular média e real da componente lenta, sua influência quantitativa e qualitativa nas pro-vas calórica e rotatória em pacientes com sintomas vestibulares MÉTODOS: no período de janeiro a abril de 2006, 88 pacientes foram avaliados na Clínica de Audiologia do Centro Diagnóstico Mãe de Deus Center, em Porto Alegre, por Vectoeletronistagmografia computadorizada. RESULTADOS: 33 pacientes (37.5%) apresentaram nistagmo espontâneo e pré-calórico (olhos fechados), 19 mulheres (57,6%) e 14 homens (42,4%), idades entre 15 e 81 anos. Foram registradas 31 ocorrências do nistagmo espontâneo e 33 do pré-calórico. A análise estatística demonstrou diferença significante entre as médias da velocidade angular média e real, e entre o nistagmo espontâneo e o pré-calórico. Não houve correlação significativa entre as médias dos nistagmos espontâneo e pré-calórico com os resultados percentuais da prova calórica, porém, foi observada influência qualitativa, pela maior ocorrência de resultados do tipo predomínio direcional. Na prova rotatória, verificou-se assimetria em 11 casos (33,3%), coincidindo com a direção do nistagmo espontâneo e/ou pré-calórico. CONCLUSÃO: uma velocidade angular média de maior valor no nistagmo espontâneo e pré-calórico não determinou uma assimetria quantitativamente maior na prova calórica, embora qualitativamente observou-se uma maior ocorrência de predomínio direcional do nistagmo para o mesmo lado do nistagmo espontâneo e pré-calórico.

Palavras-chave : Eletronistagmografia; Nistagmo Patológico; Testes de Função Vestibular.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons