SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue3Characterization of individuals with fluency disorders at the Speech Language Pathology and Audiology Clinic USP - BauruRetelling a story in autistic spectrum children: a preliminary study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista CEFAC

Print version ISSN 1516-1846On-line version ISSN 1982-0216

Abstract

ZORZI, Jaime Luiz  and  CIASCA, Sylvia Maria. Análise de erros ortográficos em diferentes problemas de aprendizagem. Rev. CEFAC [online]. 2009, vol.11, n.3, pp.406-416. ISSN 1982-0216.  https://doi.org/10.1590/S1516-18462009000300007.

OBJETIVOS: descrever achados ortográficos em problemas de aprendizagem, verificar se os erros produzidos são aqueles encontrados na aprendizagem normal e analisar se predominam problemas de natureza ortográfica ou fonológica. MÉTODOS: examinou-se a escrita de 64 sujeitos avaliados pelo Laboratório de Distúrbios de Aprendizagem do Departamento de Neurologia da UNICAMP, diagnosticados com algum problema de aprendizagem: Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade (28); Dificuldades de Aprendizagem (13); Distúrbio de Aprendizagem (7); Dislexia (3); Distúrbios Associados (5) e Diagnóstico inconclusivo (9). As idades variaram entre 8;2 e 13;4 anos, média 10;6 anos. Foram incluídos sujeitos alfabetizados, sem rebaixamento intelectual. Os erros foram classificados em 11 categorias e quantificados para análise estatística. RESULTADOS: os erros correspondem àqueles observados em crianças sem queixa de aprendizagem. Os erros por Representações Múltiplas, Omissão de Letras e Oralidade, são respectivamente, os três tipos mais frequentes nos casos de Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade, Dificuldades Escolares, Distúrbios Associados e Diagnóstico Desconhecido. No Distúrbio de Aprendizagem a sequência é de Representações Múltiplas, Omissão, Outras Alterações e Surdas-sonoras. Na dislexia observa-se a sequência de Representações Múltiplas, Oralidade, Omissão e Outras Alterações. Existe uma tendência geral de predomínio das alterações ortográficas, embora sem diferença significante em relação aos erros de natureza fonológica. CONCLUSÃO: os erros de natureza ortográfica são os mais frequentes em relação aos de natureza fonológica. Com tendência contrária, os erros visuo-espaciais têm baixa ocorrência em geral, o que mostra que a dificuldade de todos os grupos é fundamentalmente de origem linguística e não perceptual.

Keywords : Transtornos de Aprendizagem; Escrita Manual; Educação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License