SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue4The use of cervical auscultation in tracheal aspiration in children with cerebral palsyAuditory assessment in the school-age children author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista CEFAC

Print version ISSN 1516-1846

Abstract

MACHADO, Ilza Maria; BIANCHINI, Esther Mandelbaum Gonçalves; ANDRADA E SILVA, Marta Assumpção de  and  FERREIRA, Léslie Piccolotto. Voz e disfunção temporomandibular em professores. Rev. CEFAC [online]. 2009, vol.11, n.4, pp.630-643. ISSN 1516-1846.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462009000800012.

OBJETIVO: verificar a presença e possível correlação entre alteração vocal e DTM, em professores, a partir de dados de avaliação autorreferida, fonoaudiológica, otorrinolaringológica e odontológica. MÉTODOS: participaram deste estudo, 29 professores de uma escola de rede pública do ensino fundamental e médio do município de Sorocaba - SP. Os professores responderam questionário para levantamento de alteração vocal, e de disfunção temporomandibular (DTM). Foram realizadas quatro avaliações: perceptivo-auditiva; otorrinolaringológica; motricidade orofacial e odontológica. A menção a três ou mais sintomas no questionário determinou "presença" de queixa de voz e de DTM. As avaliações: perceptivo-auditiva e otorrinolaringológica concluíram a "ausência" e "presença" de alteração de voz e de laringe. Nas avaliações da motricidade orofacial e odontológica foi considerada DTM quando registrados três ou mais sinais e/ou sintomas, sendo indispensável à presença de dor. Na análise estatística dos dados, foram empregados: teste de Igualdade de Duas Proporções, teste exato de Fisher e de concordância Kappa. RESULTADOS: dentre os participantes, 82,8% fizeram autorreferência à alteração vocal e 62,1% de sintomas de DTM; 51,7% apresentaram alteração de voz na avaliação otorrinolaringológica e 65,5%, alteração de DTM na avaliação odontológica. Na comparação da avaliação de alteração de voz e DTM foi registrada correlação significante presente na avaliação perceptivo-auditiva da voz e de motricidade orofacial para DTM, e com tendência a significância na aplicação do questionário. CONCLUSÃO: os resultados apontam na direção de confirmar a presença de alteração de voz e DTM no grupo de professores pesquisado e correlação entre os mesmos.

Keywords : Voz; Distúrbios da Voz; Docentes; Síndrome da Disfunção da Articulação Temporomandibular; Dor Facial.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License