SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.114 issue6Smoking and its relation to the histological type, survival, and prognosis among patients with primary lung cancer author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180On-line version ISSN 1806-9460

Abstract

ZILBERSTEIN, Bruno et al. Laparoscopic cholecystectomy in children and adolescents. Sao Paulo Med. J. [online]. 1996, vol.114, n.6, pp.1293-1297. ISSN 1806-9460.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31801996000600002.

Durante o período de agosto de 1991 a novembro de 1995, foram submetidos a colecistectomias por videolaparoscopia 7 pacientes com idade inferior a 17 anos, sendo dois do sexo masculino e cinco do feminino. A idade variou de 12 a 16 anos (média de 13,8 a). O diagnóstico de colecistopatia crônica calculosa foi feito pela história clínica, exame físico e estudo ultrasonográfico. Em nenhum caso foi evidenciada a associação com doenças hemolíticas, hiperlipidemia familial ou deficiência de Glicose-6-fosfato desidrogenase. A anestesia era sempre geral e o abdome era abordado por 4 portais: umbilical (10 mm), ponto cístico (5 mm), apêndice xifóide (5 mm) e borda lateral esquerda do músculo reto abdominal esquerdo entre a cicatriz umbilical e o apêndice xifóide (10 mm). O tempo médio do procedimento foi de duas horas (1:45 - 2:30), e em um caso optou-se pela conversão da cirurgia por se tratar de Síndrome de Mirizzi, a qual foi diagnosticada pela colangiografia intra-operatória, procedimento este realizado em todos os casos. Não ocorreram óbitos nem complicações no pós-operatório. O tempo de internação variou de 1 a 3 dias nos 6 pacientes submetidos a colecistectomia laparoscópica. Dessa forma, a colecistectomia laparoscópica em crianças pode ser considerada um bom método, requerendo apenas mais cuidados quanto ao emprego de instrumental adequado, dissecção completa e cuidadosa do hilo biliar e realização de colangiografia intra-operatória, que é indispensável, pois essas crianças podem apresentar maior incidência de anomalias anatômicas. Suas vantagens como pós-operatório menos doloroso e recuperação mais rápida recomendam-na principalmente na criança que tolera menos que o adulto a restrição física e a dor.

Keywords : Videolaparoscopy; Cholecystectomy and Pediatric surgery.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License