SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.128 issue3A multivariate analysis on prognostic factors for lobular carcinoma of the breastCardiovascular and metabolic syndrome risk among men with and without erectile dysfunction: case-control study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180

Abstract

BOECHAT, Márcia Cristina Bastos et al. Confiabilidades intra e interobservador na interpretação da tomografia computadorizada de alta resolução do pulmão de lactentes prematuros. Sao Paulo Med. J. [online]. 2010, vol.128, n.3, pp.130-136. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802010000300005.

CONTEXTO E OBJETIVO: Tomografia computadorizada de alta resolução dos pulmões (TCAR) é mais sensível que radiografias para avaliar doença pulmonar, entretanto, pouco tem sido descrito sobre a interpretação da TCAR no período neonatal ou imediatamente após. O objetivo foi avaliar a confiabilidade na interpretação da TCAR em lactentes prematuros de muito baixo peso (LPMBP, < 1500 g). TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo transversal sobre confiabilidade intra e interobservador da TCAR em LPMBP. MÉTODOS: 86 LPMBP foram submetidos a TCAR. Dois radiologistas pediátricos analisaram as tomografias. A confiabilidade foi medida pela proporção de concordância, coeficiente kappa (KC) e índices de concordância positiva e negativa. RESULTADOS: Para o radiologista A, na confiabilidade intraobservador o KC foi 0,79 (intervalo de confiança, IC: 0,54-1.0) para exames normais/anormais; para cada alteração tomográfica o KC variou de 0,05 a 1. Para o radiologista B, na confiabilidade intraobservador o KC foi 0,79 (IC: 0,54-1.0) para exames normais/anormais e variou de 0,37 a 0,83 para cada alteração tomográfica. Concordância interobservador foi de 88% para exames normais/anormais e o KC foi 0,71 (IC: 0,5-0,93) e variou de 0,51-0,67 em muitos achados anormais. CONCLUSÃO: Para exames normais/anormais, as concordâncias intra e interobservador foram substanciais. Para muitos achados tomográficos, a concordância intraobservador variou de moderada a substancial. Nossos dados demonstram que, na prática clínica, não há razão para mais de um avaliador das imagens tomográficas, desde que este seja bem treinado na interpretação de TCAR de LPMBP. A análise por diferentes observadores estará reservada para pesquisa e casos difíceis no contexto clínico.

Keywords : Tomografia computadorizada por raios X; Prematuro; Pulmão; Displasia broncopulmonar; Reprodutibilidade dos testes; Lactente.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License