SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.128 número6Relação entre agentes infecciosos de vulvovaginites e cor da peleA síndrome de Marfan: uma revisão geral índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Sao Paulo Medical Journal

versão impressa ISSN 1516-3180

Resumo

ROCHA, Maria Izabel de Ugalde Marques da et al. Estilo de vida, características de saúde e consumo excessivo de álcool em adultos jovens que são fumantes esporádicos. Sao Paulo Med. J. [online]. 2010, vol.128, n.6, pp.354-359. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802010000600008.

CONTEXTO E OBJETIVO: Apesar do declínio na prevalência do tabagismo em diversos países, incluindo o Brasil, existe um número crescente de fumantes que continua a fumar em baixa quantidade diária ou com menor frequência (fumantes esporádicos). Esse grupo precisa ser mais bem caracterizado para que se possa direcionar ações preventivas e políticas de saúde pública. O objetivo foi comparar o estilo de vida, características de saúde e problemas de alcoolismo entre fumantes, fumantes esporádicos e não fumantes entre adultos jovens. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo transversal em que se incluíram voluntários da comunidade universitária e do seu entorno entre outubro de 2007 a janeiro de 2008 em Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. MÉTODOS: A partir de um contato inicial com 1.240 voluntários numa cafeteria universitária, 728 participantes com idade média de 22.45 ± 3.32 anos foram selecionados para análise final. Os dados foram coletados através de um questionário estruturado. RESULTADOS: Em geral, foi observado que os fumantes esporádicos apresentaram características intermediárias em relação aos fumantes e não fumantes. Entretanto, foi encontrada uma associação significativa entre fumo esporádico e abuso de álcool. Os fumantes esporádicos apresentaram uma razão de chance de 2,4 vezes (intervalo de confiança de 1,10-5,48) em relação aos fumantes diários e uma razão de chance de 3,3 (intervalo de confiança de 1,7-6,5) em relação aos não fumantes de apresentar um teste CAGE positivo indicador de abuso ou dependência de álcool. CONCLUSÃO: O estudo sugere que o tabagismo esporádico e o consumo de álcool são comportamentos concomitantes.

Palavras-chave : Tabagismo; Adulto jovem; Alcoolismo; Estilo de vida; Saúde.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons