SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.135 número4Caraterísticas clínicas de mulheres com diabetes gestacional - uma comparação de duas coortes arroladas em intervalo de 20 anos no sul do BrasilAtividade física no Brasil: lições do ELSA-Brasil. Revisão narrativa índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Sao Paulo Medical Journal

versão impressa ISSN 1516-3180versão On-line ISSN 1806-9460

Resumo

DE MELLO, Rosane Reis; RODRIGUES REIS, Ana Beatriz  e  DA SILVA, Kátia Silveira. Desempenho cognitivo de prematuros: associação da displasia broncopulmonar com as habilidades cognitivas. Estudo transversal. Sao Paulo Med. J. [online]. 2017, vol.135, n.4, pp.383-390.  Epub 31-Jul-2017. ISSN 1806-9460.  https://doi.org/10.1590/1516-3180.2017.0010190317.

CONTEXTO E OBJETIVO:

Crianças nascidas prematuras com frequência apresentam pior desempenho cognitivoque as nascidas a termo em habilidades como memória, atenção, velocidade de processamento. A displasia broncopulmonar pode comprometer o desenvolvimento cognitivo. Os objetivos aqui foram: a) Descrever o desempenho cognitivo de crianças nascidas prematuras com muito baixo peso; b) Investigar sua associação com a displasia broncopulmonar ajustada para fatores sócio-demográfcos, neonatais e pós-neonatais.

TIPO DE ESTUDO E LOCAL:

Estudo transversal desenvolvido em hospital público de cuidados terciários.

MÉTODOS:

Para a avaliação cognitiva de 112 crianças, aplicamos a escala de inteligência (Wechsler scale). Foram comparadas as médias dos escores das crianças com e sem displasia broncopulmonar nos cinco domínios da escala. A associação com a displasia broncopulmonar foi investigada para os domínios que apresentaram diferença signifcativa entre os dois grupos. A associação entre a exposição e o desfecho foi estimada por regressão logística multivariada.

RESULTADOS:

Não houve diferença entre as médias dos domínios do quociente de inteligência total, quociente de inteligência verbal, quociente de inteligência de execução e composto de linguagem geral. O quociente de velocidade de processamento foi o único domínio que apresentou diferença signifcativa entre os dois grupos (P = 0,02). Entre as crianças com displasia broncopulmonar, quociente de inteligência total baixo ocorreu em 28,1%. Na análise multivariada, a displasia broncopulmonar (odds ratio: 3,1; intervalo de confança: 1,1-8,7) permaneceu associada ao desfecho quociente de velocidade de processamento.

CONCLUSÃO:

A displasia broncopulmonar foi um fator de risco independente para alteração no quociente de velocidade de processamento.

Palavras-chave : Nascimento prematuro; Displasia broncopulmonar; Cognição; Fatores de risco.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )