SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número2Estratégias de manejo do pastejo para pastos consorciados de capim-massai e amendoim forrageiro: 3. definição de alvos de manejo e da capacidade de suporteDisponibilidade e qualidade do capim-elefante com e sem irrigação adubado com nitrogênio e potássio na estação seca índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Zootecnia

versão impressa ISSN 1516-3598versão On-line ISSN 1806-9290

Resumo

CASTRO, Flávio Geraldo Ferreira et al. Perfil microbiológico, parâmetros físicos e estabilidade aeróbia de silagens de capim-tifton 85 (Cynodon sp.) confeccionadas com distintas concentrações de matéria seca e aplicação de aditivos. R. Bras. Zootec. [online]. 2006, vol.35, n.2, pp.358-371. ISSN 1806-9290.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982006000200005.

Objetivou-se com este trabalho avaliar os efeitos do emurchecimento e da aplicação de inoculante bacteriano-enzimático (ABE) e ácido propiônico tamponado (APT) sobre o perfil microbiológico, os parâmetros físicos e a estabilidade aeróbia de silagens de capim-tifton 85 (Cynodon spp.) armazenadas em fardos retangulares revestidos por filme plástico. Os tratamentos constaram de cinco silagens (250, 350, 450, 550 e 650 g/kg MS) sem o aditivo, três (250, 450 e 650 g/kg MS) com aditivo e uma confeccionada com fardos de capim emurchecido até atingir o maior teor de MS (650 g/kg MS), pulverizados com solução contendo ácido propiônico tamponado (APT). O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado, com três repetições, em esquema de parcelas subdivididas no tempo, conforme o teor de MS da silagem. Os tratamentos com maiores teores de MS (> 450 g/kg MS), em relação àqueles com maior umidade, apresentaram menores contagens de colônias bacterianas, valores intermediários para atividade de água (Aa) e conteúdo de N-NH3 na silagem e valores superiores para condutividade elétrica (CE), pH e estabilidade aeróbia. Esses resultados sugerem que o aumento no teor de MS da forragem reduziu a atividade de água (Aa), diminuindo o crescimento de bactérias e, conseqüentemente, a fermentação. O uso do aditivo proporcionou efeito positivo no tratamento com 450 g/kg MS, principalmente aos 32 dias de estocagem, enquanto a adição de APT não apresentou vantagens.

Palavras-chave : aditivo bacteriano-enzimático; ácido propiônico; emurchecimento.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons