SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número12Comportamento ingestivo de ovelhas e cordeiras em pastagem de azevém-anual sob níveis crescentes de suplementaçãoEfeito de proteínas do plasma seminal eqüino com massa superior a 10 kDa concentradas 10 vezes sobre a congelabilidade do sêmen índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Zootecnia

versão impressa ISSN 1516-3598versão On-line ISSN 1806-9290

Resumo

VITOR, Cláudio Manoel Teixeira et al. Rendimento e composição química do capim-braquiária introduzido em pastagem degradada de capim-gordura. R. Bras. Zootec. [online]. 2008, vol.37, n.12, pp.2107-2114. ISSN 1806-9290.  https://doi.org/10.1590/S1516-35982008001200005.

Um experimento foi conduzido para avaliação de uma pastagem de capim-gordura (Melinis minutiflora, Beauv.) degradada, renovada por meio da introdução de capim-braquiária (Brachiaria decumbens, Stapf) em consórcio com estilosantes (Stylosanthes guianensis, cv. Mineirão) e da adubação com nitrogênio (0, 50, 100 e 150 kg/ha.ano). O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com três repetições. A pastagem foi avaliada em um período seco com um único corte e em um período chuvoso com três cortes. A adubação nitrogenada aumentou a produção de massa seca (MS) e o teor de proteína bruta (PB) do capim-braquiária, tanto no período seco quanto no chuvoso. Os teores de fibra em detergente neutro (FDN) e de fibra em detergente ácido (FDA) não foram influenciados pelas doses de nitrogênio em nenhum dos períodos avaliados. Nas maiores doses de nitrogênio, os teores de fósforo, cálcio e magnésio não se alteraram no período seco nem no chuvoso, enquanto os teores de potássio diminuíram em ambos os períodos. A produção de MS no consórcio de capim-braquiária com o estilosantes foi similar à obtida com o capim-braquiária sem adubação nitrogenada no período seco e não diferiu estatisticamente da produção observada com adubação nitrogenada no período chuvoso. Em geral, o teor de proteína bruta da forragem do consórcio foi maior que o da gramínea pura adubada com nitrogênio.

Palavras-chave : adubação nitrogenada; consórcio gramínea-leguminosa; fibra; minerais; proteína; Zona da Mata Mineira.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons