SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número12Fornecimento de suplementos com diferentes níveis de energia e proteína para vacas Jersey e seus efeitos sobre a instabilidade do leiteValor nutritional do feno de flor-de-seda para cordeiros índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Zootecnia

versão On-line ISSN 1806-9290

Resumo

SAUNDERS, Gabriela de Abreu et al. Efeito da sobrealimentação com fontes de proteína de diferentes degradabilidades sobre a ovulação em ovelhas Santa Inês. R. Bras. Zootec. [online]. 2010, vol.39, n.12, pp.2731-2738. ISSN 1806-9290.  https://doi.org/10.1590/S1516-35982010001200025.

Este estudo foi realizado com o objetivo de avaliar a concentração plasmática de N-ureico, o número de ovulações e o diâmetro do folículo ovulatório de ovelhas da raça Santa Inês submetidas a sobrealimentação com fontes de proteína de diferentes degradabilidades ruminais. Quarenta e quatro ovelhas com o estro sincronizado receberam dietas isoproteicas, formuladas com farelo de soja (n=24) ou com glúten de milho e farelo de algodão (n=20) durante 28 dias antes da ovulação. Os animais foram distribuídos em delineamento de blocos, com os blocos formados por três faixas de escore de condição corporal. O ganho de peso vivo e de escore de condição corporal, o peso vivo e o escore de condição corporal no 28o dia do experimento, a concentração plasmática de N-ureico, o número de ovulações e o diâmetro do folículo ovulatório não diferiram entre as ovelhas submetidas à sobrealimentação com farelo de soja ou com glúten de milho e farelo de algodão. As ovelhas que receberam sobrealimentação com farelo de soja apresentaram maior concentração plasmática de N-ureico nos dias 7 e 14 e menor no dia 28 em comparação às que receberam sobrealimentação com glúten de milho e farelo de algodão (interação dieta vs dia). O fornecimento de uma dieta com menor teor de proteína degradável no rúmen não reduz concentração plasmática de N-ureico nem altera o número de ovulações e o diâmetro do folículo ovulatório.

Palavras-chave : concentração plasmática de N-ureico; farelo de soja; folículos ovarianos; glúten de milho.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons