SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 issue7Evaluation of corn with different densities for broilersImpact of different grazing systems for bovine cattle on the soil microbiological and chemical characteristics author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Zootecnia

On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

CLIMACO, Saulo Malaguido et al. Desempenho e características de carcaça de bovinos de corte de quatro grupos genéticos terminados em confinamento. R. Bras. Zootec. [online]. 2011, vol.40, n.7, pp.1562-1567. ISSN 1806-9290.  https://doi.org/10.1590/S1516-35982011000700023.

Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar o desempenho em confinamento de animais puros das raças Tabapuã (T), Bonsmara (B), mestiços ½ Bonsmara + ½ Nelore (B1) e mestiços ½ Bonsmara + ¼ Red Angus + ¼ Nelore (B2). Foram utilizados cinco bovinos castrados de cada grupo genético, com idade média de 22 meses e peso vivo de 394 ± 21 kg, ao início do experimento. A dieta para todos os animais continha silagem de cana-de-açúcar e ração comercial na proporção de 55 e 45% (base seca), respectivamente, com 14,99% de PB e 59,84% de NDT. Os animais foram abatidos quando atingiram escore visual de acabamento de 3, numa escala de 1 = magros a 5 = obesos. Houve efeito significativo dos grupos genéticos sobre o consumo de matéria seca, cujas médias foram de 1,9; 2,1; 2,2 e 2,2% do PV, respectivamente, para os animais Tabapuã, Bonsmara, B1 e B2. O ganho médio diário em peso vivo dos animais cruzados B1 (0,925 kg) e B2 (1,122 kg) e puros Bonsmara (1,035 kg) foi superior ao dos animais da raça Tabapuã (0,630 kg), que foram mais tardios para atingir escore corporal de abate. O consumo de nutrientes, como porcentagem do peso vivo ou por unidade de peso metabólico, não diferiu entre grupos genéticos. Carcaças de animais Bonsmara apresentaram melhor escore de conformação, porém as carcaças dos animais da raça Tabapuã tiveram melhores médias para rendimento de carcaça quente (56,2%) e fria (55,2%). Não houve diferença no peso de carcaça fria entre os grupos genéticos. Animais Bonsmara puros, B1 e B2, apresentam melhor desempenho em confinamento em comparação aos Tabapuã.

Keywords : consumo; cruzamento; ganho de peso; rendimento de carcaça.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License