SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 número11Fermentation parameters, quality and losses in sugarcane silages treated with chemical additives and a bacterial inoculantCapim-braquiária sob lotação contínua e com altura única ou variável durante as estações do ano: dinâmica do perfilhamento índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Zootecnia

versão On-line ISSN 1806-9290

Resumo

SANTOS, Manoel Eduardo Rozalino et al. Capim-braquiária sob lotação contínua e com altura única ou variável durante as estações do ano: morfogênese e dinâmica de tecidos. R. Bras. Zootec. [online]. 2011, vol.40, n.11, pp.2323-2331. ISSN 1806-9290.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982011001100007.

Este trabalho foi realizado com o objetivo de identificar estratégias eficazes de manejo do pastejo de Brachiaria decumbens cv. Basilisk, sob lotação contínua, com base em avaliações das suas características morfogênicas e estruturais. Duas estratégias de manejo do pastejo foram estudadas: em uma, o pasto foi mantido com 25 cm de altura média durante todo o período experimental e, na outra, foi mantido em 15 cm de altura média durante o inverno, com aumento para 25 cm a partir do início da primavera. Adotou-se o delineamento de blocos casualizados em esquema de parcelas subdivididas com quatro repetições. Consideraram-se, como fator primário, as estratégias de manejo do pastejo, caracterizadas pelas alturas médias dos pastos durante as estações do ano (inverno, primavera e verão), e, como fator secundário, as estações. O rebaixamento do pasto para 15 cm no inverno resultou em maior taxa de aparecimento foliar (0,02 folha/perfilho.dia) e maior número de folhas vivas (4,5 folhas por perfilho) no inverno, mas provocou redução, no inverno, da duração de vida da folha (66 dias), da taxa de senescência foliar (0,22 cm/perfilho.dia) e dos comprimentos da lâmina foliar (11 cm) e pseudocolmo (15,2 cm) em relação ao pasto com 25 cm. Nesta estação, foram menores os valores observados para as taxas de aparecimento foliar (0,06 folha/perfilho.dia), alongamento foliar (0,110 cm/perfilho.dia) e alongamento de pseudocolmo (0,008 cm/perfilho.dia), número de folha viva (2,9 folhas por perfilho) e comprimentos da lâmina foliar (8,6 cm) e do pseudocolmo (13,5 cm). Por outro lado, a duração de vida da folha (139 dias) e o número de folhas mortas (2,0 folhas por perfilho) foram maiores. O maior valor de taxa de senescência foliar ocorreu na primavera (0,40 cm/perfilho.dia). O pasto de B. decumbens cv. Basilisk sob lotação contínua pode ser manejado de forma sazonal, com rebaixamento para 15 cm no início do inverno e posterior aumento para 25 cm no início da primavera.

Palavras-chave : altura do pasto; Brachiaria decumbens; colmo; folha; pastejo; perfilho.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons