SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número39Tradição e autenticidade em um mundo pós-convencional: uma leitura durkheimianaSociologia moral das dependências motivadas: o caso da dependência amorosa índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Sociologias

versão impressa ISSN 1517-4522

Resumo

ROBBINS, Joel. Onde no mundo estão os valores? Exemplaridade, Moralidade e Processo Social. Sociologias [online]. 2015, vol.17, n.39, pp.164-196. ISSN 1517-4522.  https://doi.org/10.1590/15174522-017003905.

Este artigo constitui um ensaio sobre valores. Trata de aportar uma resposta social e psicologicamente realista à questão de onde as pessoas descobrem valores no mundo. Pretende ser uma contribuição aos crescentes debates antropológicos sobre a moral e sugere que o tema dos valores deve ser central nesses debates. Os valores, penso eu, são aquilo que, pelo menos em parte, nos levam a desejar fazer o bem. O que as pessoas de fato farão depende não só de como equilibram os desejos concorrentes despertados por diferentes valores, mas de como equilibram esses desejos com os sentimentos de dever que distintos fatos morais também despertam. Na origem deste ensaio, está a noção de que existe alguma relação entre valores, desejos e ações morais que vale investigar. Começo discutindo a perda, por parte das ciências sociais, da fé na noção de cultura e do problema que daí advém de como falar sobre onde se encontram os valores no mundo. O que pretendo propor aqui é: se aceitarmos ser pouco provável existirem valores plenamente compartilhados, como julgavam os antropólogos, porque já não podemos supor que eles sejam parte de um fenômeno duradouro e disseminado chamado cultura - então, teremos de enfrentar uma nova questão, qual seja, a de onde existem valores no mundo. Quero sugerir que os valores existem, primeiramente, naquilo que vou chamar de exemplares ou exemplos, ou que, pelo menos, as pessoas os encontram no mundo pela primeira vez desta forma. Por fim, quero propor que os exemplos são concretizações de valores únicos em sua plenitude.

Palavras-chave : Antropologia moral; Psicologia social da moral; Cultura; Etnografia.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )