SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número4FORÇA MUSCULAR, GH E IGF-1 EM IDOSAS SUBMETIDAS AO TREINAMENTO DE FORÇA NO SOLO E NA ÁGUAEFEITOS DO EXERCÍCIO SOBRE A APTIDÃO FÍSICA E AS VARIÁVEIS ANTROPOMÉTRICAS EM EX-USUÁRIOS DE CRACK índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Medicina do Esporte

versão impressa ISSN 1517-8692versão On-line ISSN 1806-9940

Resumo

DIAS, Danielle da Silva et al. UMA SESSÃO DE EXERCÍCIO RESISTIDO DINÂMICO NÃO INDUZ HIPOTENSÃO PÓS-EXERCÍCIO EM RATAS SHR. Rev Bras Med Esporte [online]. 2017, vol.23, n.4, pp.279-284. ISSN 1806-9940.  http://dx.doi.org/10.1590/1517-869220172304168766.

Introdução:

O exercício resistido dinâmico tem sido recomendado como complemento do aeróbico em indivíduos hipertensos. No entanto, poucos estudos avaliaram os efeitos do exercício resistido nessa população, principalmente em mulheres.

Objetivo:

Avaliar os efeitos de uma sessão de exercício resistido dinâmico sobre a pressão arterial, a frequência cardíaca e sobre o duplo produto em ratas SHR com hipertensão espontânea.

Métodos:

Foram utilizadas oito ratas SHR em fase não ovulatória do ciclo estral. Dois dias depois da canulação de artéria carótida, a pressão arterial foi diretamente registrada por 20 minutos no período basal e durante 60 minutos (5 min., 15-30 min., 30-45 min. e 45-60min.) após uma sessão de exercício resistido dinâmico em escada (20%-40% da carga máxima).

Resultados:

Não foram observadas mudanças na pressão arterial sistólica (basal 191 ± 6,1 vs. recuperação 45-60 min. 191 ± 7,8 mmHg), diastólica (basal 157 ± 2,6 vs. recuperação 45-60 min. 156 ± 3,7 mmHg) e média (basal 174 ± 2,5 vs. recuperação 45-60 min. 173 ± 4,9 mmHg) durante os 60 minutos pós-exercício. No entanto, houve redução da frequência cardíaca (45-60 min. 330 ± 10 vs. 379 ± 15 bpm) e normalização do duplo produto (64390 ± 3529 mmHg.bpm) no período de recuperação com relação ao período basal.

Conclusão:

Os resultados do presente estudo demonstram que o exercício resistido dinâmico de moderada intensidade induz redução da frequência cardíaca associada à normalização do duplo produto em ratas SHR apesar de não ter sido observada hipotensão pós-exercício. Tais resultados sugerem um bom controle do risco cardiovascular depois uma sessão de exercício resistido dinâmico de moderada intensidade em pacientes hipertensos.

Palavras-chave : exercício; força muscular; hipertensão; ratos; pressão arterial.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )